top of page

Ouço a minha alma

 

Hoje, ouço a minha alma a dizer-me:




Ouve-te!

Conecta-te com o teu interior.

Conecta-te com a beleza

E com a pureza

Da tua verdadeira essência.

 







Simplesmente, paro, aconchego numa manta na espreguiçadeira na minha varanda, aprecio a natureza, ouço o som dos animais, o som do fluir da natureza, fecho os meus olhos, deixo-me levar nesta viagem até ao meu interior onde simplesmente a minha alma fala comigo e me mostra tudo aquilo que preciso de ver, tudo aquilo que está aqui dentro de mim, ouço, entrego-me a este momento só meu

Adoro estes momentos em que paro, em que me conecto comigo mesma, com a natureza, onde os sons dos animais conduzem-me ao meu interior e onde a beleza e a pureza do palrar dos pássaros trazem-me para dentro de mim, para a minha verdadeira essência. É nesta pureza, nesta fluidez que ouço a minha alma, que acalmo a minha mente, que sinto as vibrações serenas e tranquilas do meu coração e que sou embalada para a pureza do meu interior.

E, no fim, inconscientemente, abro os meus olhos e sorrio à natureza, sorrio a mim mesma por me permitir estes momentos de pureza e de conexão interior.

 

Entrega-te ao momento

E

Respeita o fluir de tudo.

 

A vida é tão bela e tão simples quando nos permitimos desfrutar da fluidez do momento e simplesmente estar na nossa companhia.


Com gratidão,

Cátia Santos







Commentaires


bottom of page